Para oferecer uma melhor experiência, este site utiliza COOKIES

A Sysmatch utiliza COOKIES. Uma 'cookie' é um fragmento de informação que o browser armazena no disco do seu computador. Sempre que aceder ao nosso WEBSITE, o nosso servidor reconhecerá a 'cookie' e irá proporcionar-nos informação sobre a sua última visita, permitindo-nos prestar um melhor serviço. A maioria dos browsers aceitam a utilização de 'cookies' de forma automática. É possível, porém, modificar a sua configuração para que não aconteça. Veja em detalhe a nossa Política de Cookies.

/ Sysmatch aposta no futuro da sua equipa

Como manter os níveis saudáveis de serotonina, oxitocina, dopamina e endorfina – o tão conhecido quarteto da felicidade. Esta é a questão da atualidade representada nas novas organizações.

Este estado de satisfação não se encontra “ao virar da esquina”. Há que incentivar ambientes de trabalho com elevados níveis de confiança e, acima de tudo, de respeito, fazendo com que os colaboradores se sintam à vontade para expressar o que pensam e o que sentem.

Poderá parecer irrelevante, mas a maior parte dos profissionais não tem a devida noção da importância destas quatro hormonas na sua vida. Endocrinologistas e neurocientistas juntaram-se ao estudo da felicidade enquanto processo biológico, pretendendo apurar em termos físicos o que provoca este estado, quer a nível pessoal quer a nível profissional. A verdade é que existem pequenos gestos ou atitudes que, se diariamente praticados, poderão ser realmente transformadores no que toca à integração da felicidade na nossa rotina.

Todos sabemos que a prática de exercício físico regular contribui com benefícios mentais e comportamentais, mas um outro exercício muito simples e poderoso, muitas vezes descurado, é o sorriso. Os mais recentes estudos internacionais identificaram alguns motivos pelos quais sorrir faz bem à saúde: previne doenças, promove a convivência social, aumenta a longevidade, fortalece o sistema imunitário, estimula o cérebro e a concentração, liberta-o, afasta o stress e queima calorias. Pessoas felizes no emprego aspiram a ser mais produtivas e eficazes. A antecipação e a expectativa de um sorriso, bem como manter uma sensação de felicidade num dia de trabalho, são algumas propostas que melhoram assumidamente o nosso dia.

A organização, por outro lado, tem uma grande responsabilidade no grau de felicidade dos seus colaboradores, sendo a sua colaboração essencial quando proporciona dinâmicas que criam confiança, aumentam a intimidade e constroem relações saudáveis. Onde se vivencia uma cultura mais informal, está provado que a felicidade é potenciada quando se troca um aperto de mão por um abraço.

Outra prática interessante é a criação de uma cultura de reconhecimento e de celebração, aqui sim, são atingidos níveis de felicidade acima da média e acessíveis a qualquer organização. Celebrar a data de aniversário da empresa com as suas equipas, elogiar o colaborador pelo desenvolvimento de determinada tarefa, proporcionar um bom ambiente, no dia de aniversário de cada colaborador oferecer o dia ou outra pequena lembrança, são alguns incentivos que irão estimular a satisfação interna, gerando uma cultura de reconhecimento, motivação e de retenção de talentos.
A aplicação de determinadas dinâmicas numa rotina laboral, fará com que os colaboradores se sintam integrados, confiantes e importantes, potenciando os níveis de autoestima e confiança, algo que qualquer organização pretende que exista.

Há pequenas ações que despoletam um impacto muito significativo no nosso bem estar, autoconfiança e autoestima, algumas sugestões fáceis de ajustar no dia a dia: almoce fora pelo menos uma vez por semana, faça uma pausa para relaxar, apanhe Sol, planeie o seu dia, faça a gestão de stress, durma bem, faça exercício físico, dance, cante, faça o que o lhe provoca uma verdadeira sensação de felicidade.

O desempenho para atingir metas e objetivos, está inteiramente associado à motivação do colaborador, podendo significar um maior ou menor envolvimento na tarefa, uma preocupação corrente no universo das organizações. Conseguirmos dividir grandes objetivos em etapas mais pequenas, cria a sensação de alcance de pequenas metas e a de conseguirmos cada vez mais saber que estamos próximos da reta final do objetivo inicial, ganhando maior confiança e motivação, que por consequência aumenta a produtividade na performance.

Outro pilar importante é o de possibilitar aos colaboradores o crescimento dentro da organização. Um sistema de progressão de carreiras pressupõe um aumento de motivação nos colaboradores, o facto dos mesmos saberem onde se encontram e até onde podem ir, aumenta-lhes os níveis de segurança e convicção. A criação deste sistema propõe alcançar dois grandes objetivos:
1) Orientar os colaboradores de forma a conseguirem atingir os seus objetivos, criando uma proximidade através de uma cultura informal e incentivando o feedback constante.
2) Oferecer suporte efetivo ao desenvolvimento pessoal e profissional, mantendo uma boa linha de sucessão, formada para futuras possibilidades de crescimento, privilegiando os recrutamentos internos e valorizando os próprios recursos da empresa.

Os exemplos acima referenciados são seguramente alcançáveis, bastando haver vontade para tal e a sua prática recorrente terá impactos razoáveis na felicidade dos colaboradores. A felicidade não aparecerá por si só, estas estratégias só irão funcionar caso criemos rotinas e hábitos recorrentes.
Existe uma máxima que habitualmente utilizo: as pessoas relacionam-se e fazem negócios com as pessoas que gostam. Quem não prefere relacionar-se com pessoas felizes? Fazer o que se gosta é o primeiro passo para se ser feliz. Se você não projetar a sua vida, alguém irá projetar para você.

E porque o sucesso de dinamizar uma cultura de criatividade e inovação na Sysmatch também depende das suas equipas, a empresa reitera o agradecimento a todos aqueles que contribuem para o seu progresso contínuo. Pela dedicação diária ao trabalho que desenvolvem, pela ambição de novos objetivos e desafios, pela paixão inegável à tecnologia, que se traduz em novas formas de concretizar as necessidades de todos os clientes que procuram uma realidade com valor acrescentado para os seus negócios.

Se tens formação nas novas tecnologias e procuras a tua oportunidade de carreira vem trabalhar connosco.

/ Outras Notícias

Ricardo

Este artigo foi escrito por:
Ricardo Lopes, Head of HR & Adm

Com um percurso que conta com mais de 19 anos na área de Recursos Humanos, é licenciado em Gestão de Recursos Humanos, tendo sido responsável pela Gestão dos RH em empresas multinacionais no setor bancário, segurador e industrial. Focado na motivação, retenção e desenvolvimentos dos colaboradores, procura incentivar uma cultura de proximidade, de identificação de potenciais talentos e de suporte ao seu crescimento, através de uma comunicação fluida e frequente no seio das equipas, conseguindo assim reconhecer o mérito e o desempenho profissional de cada um.